top of page

CIDADE PARTICIPADA: ARQUITECTURA E DEMOCRACIA — LISBOA OPERAÇÕES

COORDENAÇÃO: Ricardo Santos e Ana Drago

ABRIL DE 2024  |  312  PP |  20.5x17 CM

ISBN: 978-989-671-817-6


O PROCESSO SAAL — O GRANDE PROJECTO DE HABITAÇÃO DEMOCRÁTICA EM PORTUGAL

Experiência — urbanística e social — única, as Operações SAAL tiveram início no pós‑25 de Abril. Tratou‑se de um processo de características ímpares, que resultou de uma longa luta e reflexão colectiva das populações, juntamente com equipas multidisciplinares que contaram com arquitectos como Álvaro Siza, Bartolomeu Costa Cabral, Gonçalo Byrne, Manuel Correia Fernandes, Manuel Vicente ou Raúl Hestnes Ferreira. Cidade Participada: Arquitectura e Democracia regista e documenta os processos das operações SAAL, traça o perfil das populações envolvidas e reflecte sobre a diversidade e as consequências desta imensa iniciativa arquitectónica e democrática.

Neste volume, conta‑se a história do processo SAAL na cidade de Lisboa. Numa capital agitada pela mobilização popular que marcou os anos seguintes à revolução de Abril, o empenho foi partilhado entre os moradores organizados dos bairros de barracas, os técnicos das equipas de apoio local e os novos dirigentes da Câmara Municipal de Lisboa. Nesta experiência de cidade participada, nova e democrática, esteve também envolvida uma geração de arquitectos que conta com alguns dos principais nomes da arquitectura portuguesa — Manuel Tainha, Manuel Vicente, Hestnes Ferreira, Manuel Magalhães, José Norberto, Artur Rosa, Gravata Filipe e José António Paradela. Estes foram anos em que se ocuparam terrenos, em que se formaram cooperativas e em que se planificaram novos bairros e desenhos de habitações, com projectos tão emblemáticos como os do Alto dos Moinhos, Casal Ventoso ou Quinta Grande. Vitórias e derrotas do SAAL, o mais ambicioso processo político de «fazer» o direito à cidade na história da democracia portuguesa.

Comentarios


bottom of page